Clique aqui  CLIPPING no Facebook.





Exposição Nova Riqueza: Individual de Sandra Resende

11 Vitória em Arte Sesc Glória






Revista  

Inauguração do Espaço Gourmet Composé



Guia Jardim Camburi









Programa Circuito com Gabriel Gomes

ItV

Só Sucesso!!!http://www.imagem.tv.br/videos/?v=655
Veja no YouTube



Coluna Zig Zag_ A Gazeta



 



Destaque Coluna Andrea Pena - Junho - Folha Vitória

Casa Sustentável





Destaque Coluna Andrea Pena - Maio - Folha Vitória




Pelo terceiro ano consecutivo, Dayse Resende participa da Decora Líder com seu escritório de arte. Ela está na “Vitrine” de Leticia Costa, com obras de Sergio Helle, Gilbert Chaudanne e Sandra Resende nos nichos da estante. O ambiente de Carol Daros, batizado “Espaço de Vivência”, tem uma escultura de parede de J Tavares e pequenos formatos pássaros de Sandra Resende Fortes; e o Estar do Jovem Casal, por Carla Bunjes e Simone Serrão, tem obras da série “Fragmenta”, de Sergio Helle. A abertura foi terça-feira, na loja da Desembargador Sampaio. Super parceira da coluna, Dayse avisa. As obras estão no site da galeria. Clique aqui para conferir.



Destaque Jornal ES Clarissa Leal



Coluna Andrea Pena - Folha vitória









Revista SIM




Clique aqui  CLIPPING no Facebook.



-------------
X Vitória em Arte 2013 - Palácio Anchieta.







---------



---------



---------
Arte Sacra - Painéis de Sandra Resende Fortes
Revista: Mensageiro


---------
Revista Das Artes




Os frequentadores da Igreja de Santa Luzia em São Rafael no Norte do Espirito Santo, já perceberam  a visível diferença do espaço sagrado após a reforma em 2010.

Detalhe, Painel sacro de Sandra Resende
Além da modernização do espaço sagrado para maior conforto e funcionalidade, a comunidade/igreja ganhou um mural pintado diretamente na parede da presbitério, por uma pintora contemporânea especialista em arte sacra, Sandra Resende. No local  a artista imprimiu a figura do "Pantocrator", ou do O Cristo Todo Poderoso.

O aspecto simbólico desta imagem reforça o caráter e significado litúrgico do local e auxilia a pessoa a fazer uma reflexão, a ter um encontro com Cristo através da sensações causada pelo espaço. Essa figura do Cristo Todo Poderoso era muito comum aos primeiros cristãos e foi escolhida pela artista junto a comunidade local.

Os fiéis que frequentam a comunidade durante os dias que Sandra Resende e sua filha trabalharam no local se surpreenderam com a forma de trabalhar das artistas.Entre andaimes e tintas, as artistas ficaram mais de oito horas trabalhando a uma altura de 7 metros.

Painel Sacro executado pela artista plástica Sandra Resende.

  " A verdadeira força criativa é a que ágil, porém, oculta, trabalha sem aparecer"

Conheça um pouco mais sobre essa igreja assistindo a reportagem  do Jornal da Rede Gazeta: Reportagem na Rede Gazeta - Portal G1!

http://g1.globo.com/videos/espirito-santo/estv-1edicao/t/edicoes/v/conheca-a-igreja-de-sao-rafael-no-norte-do-es/3400970/?fb_action_ids=500325533432494&fb_action_types=og.likes
 A arte sacra é uma forma de evangelização, evangelizar por meio da beleza. Em toda a história, grandes realizações artísticas foram compostas em igrejas. Nas cidades turísticas as igrejas compõem pontos importantes para visitação e atração.

 Somos uma empresa familiar especializada em arte sacra contemporânea.
 
Arte sacra contemporânea, Pintura Mural, Afresco Seco, Azulejaria, Vitral, sacra e Panô litúrgico e artístico com temática Sacra, Ilustração e Projeto Iconográfico.

Trabalhamos em parceria com Arquitetos, Decoradores, Párocos e clientes.

ATUAMOS EM TODO BRASIL. Solicite um orçamento sem compromisso.


A arte é um instrumento de evangelização, já que ela atrai o olhar do público auxiliando na catequização e evangelização, logo a arte sacra é uma atividade pastoral.

Esta atividade não pode paralisar, as novas cidades, os novos bairros merecem este mesmo acesso, o que demonstra o zelo, originalidade e criatividade do povo o que incentiva o enriquecimento cultural e vital de toda a comunidade.

Confira!Alguns trabalhos realizados em Arte Sacra contemporânea  por Sandra Resende e Dayse Egg de Resende em capelas, matrizes e Santuários: 

Capela do Santuário de Fátima - Serra ES
Capela do Santuário de Vila Velha - ES.
Painéis em Azulejaria - Convento da Penha: Pintura em Azulejaria Subida do convento da Penha
Painéis em Azulejaria - Fachada do Santuário Nossa Senhora de Fátima, Serra, ES.
Capela do santíssimo de vila velha –Santuário de Vila Velha.
Capela da Mitra Diocesana de Vitória- Centro Vitória –ES,
Paróquias em Linhares,
Colatina,
Nova Venécia e outras.
Capelas particulares em MG, ES e Paraná.
*serviços:
Exclusivos: Criação de vitrais, murais, painéis, sacrários, peças litúrgicas,
Múltiplos: brinde corporativo.
Consultorias: Montagem de portfólio, vendas, direito autoral, projetos
De Restauração.


Contato:  Sandra Resende ou Dayse  Egg de Resende

 Tel.(05527) 3337-2678 / 999.622.130 / 33378945 .
Email: escritoriodearte.dayseresende@gmail.com

Projeto da Igreja Matriz Paroquia Sagrada Familia, Colatina,  Espírito Santo, Brasil.
Local: Colatina,bairro Carlos Germano Naumann.
Pintura Sacra: Sandra Resende

Agradecemos ao Pároco Pe. Adelson Soares da Silva e a toda a comunidade pela oportunidade e confiança em nosso trabalho de arte sacra
contemporânea.

Foi uma grande experiência executar este trabalho.


Projeto da Igreja Matriz Paroquia Sagrada Familia, arquiteta katia Pezzin
 


Observamos no percurso criativo de Sandra Resende o desejo de que a arte esteja para além da simples representação. Assim, a pintura (como a escultura) se torna uma construção que propicia o diálogo e o compartilhamento da sensibilidade dentro de uma determinada comunidade. É o acontece com a arte sacra de Sandra Resende que agrega um repertório de imagens que emocionam e provocam o sentimento religioso.

Renata Bomfim






Entrada da Capela





Artista Plástica Sandra Resende
Contato: 027- 33372678/999622130





O Painel em azulejaria da Estradinha (subida de veiculos para Convento da Penha).


1º Lugar - Artista Premiada -
Pintura Mural Convento da Penha – Vila Velha –ES.- 2002 .
Hoje o painel é parte integrante do acervo permanente do Convento da Penha.


Texto em construção....
Painel do Campinho
A arte sacra é a arte de caráter religioso, necessário que seja compreensível, quer dizer, que sirva de ensinamento. Uma forma de arte durante o século XX praticamente deixa de existir pela secularização extrema no campo da arte em geral. Atualmente há uma renovação da pintura Mural litúrgica.

A artista realiza trabalhos em todo Brasil. A missão do ateliê Sandra Resende Arte Sacra Contemporânea é criar e executar pinturas murais em espaço litúrgicos. Fazer um registro da arte religiosa do nosso tempo, no contexto da história da arte contemporânea. Sandra Resende Fortes realiza um trabalho voltado pra arte e a liturgia. Em seu Ateliê ou em várias cidades do Brasil, cria e executa murais, pinturas, vitrais, peças e sacrários.


Suas obras compõem o acervo de igrejas, santuários, capelas, escolas e ambientes de arquitetura litúrgica de diversas cidades, sempre elaborando um repertório de imagens, formas e cores do nosso tempo, fiel ao conteúdo das Escrituras, para expressar toda a sua força e coragem para conhecer e viver o Evangelho.

 "A arte sacra é verdadeira e bela quando corresponde por sua forma à sua vocação própria: evocar e glorificar, na fé e na adoração, o Misério transcendente de Deus, beleza excelsa e invisível de verdade e amor, revelada em Cristo."Catecismo da Igreja Católica, n°2502.

Maiores informações entre em contato com a Artista Sandra Resende Fortes ou com nosso Escritório de Arte Dayse Resende.

Serviços: Atuamos em todo Brasil |Igrejas | Conventos | Mosteiros | Capelas | Catedrais | Santuários | | Escritórios | Escolas | Residências | Hospitais | Espaço Público |

Produtos Design de produtos exclusivos, Painéis artísticos soltos, Panôs litúrgicos, Via Sacra, Sacrários em madeira, com frente em azulejo ou mosaico, Quadros e gravuras para decoração de residências e de espaços litúrgicos.

Contato: (27) 3337-2678 / 99962-2130.Informações no Ateliê da Artista em Vitória, ES. tel (027) 3337-2678 /99622130 ou por email: Sandra Resende Fortes artista plástica , escritoriodearte.dayseresende@gmail.com

www.dayseresende/artesacra
ou  http://artesacra-eadr.blogspot.com.br/

As obras do artista plástico Goiano Dalton de Paula transitam entre variadas linguagens. Bacharel
em Artes Visuais, atualmente Dalton investiga o corpo silenciado no meio urbano. Suas produções refletem as inquietudes da contemporaneidade. O artista propõe um questionamento sobre a intimidade por meio da materialidade do corpo, um exemplo é a composição fotográfica que deu forma a obra intitulada “Corpo em segredo”.

As obras de Dalton de Paula buscam se alinhar com valores da alteridade. O artista performático faz do próprio corpo suporte da arte e receptáculo do olhar e de projeções alheias. O rosto Blindado por fitas adesivas acolhe o grito inaudito/ e a dor lancinante e sem nome.

O palco deste artista é a cidade com suas contradições, é nesse ambiente citadino que Dalto realiza o seu show de beleza e espanto. Dalton de Paula e Membro do “Grupo Desenha” que investiga, produz, propõem ações e eventos no universo do desenho e seus desdobramentos e contaminações. O artista já expôs os seus trabalhos em vários Estados brasileiros.

Texto: Renata Bomfim

Obras de Luciano Cardoso
Artista Plástico, pós-graduado em Arte terapia em Educação e Saúde na UCAM/ Vitória. Bacharel em Artes Plásticas graduado na UFES/ Vitória. Realizou as exposições individuais “Superfícies” (Galeria Homero Massena – Vitória, ES. 2005) e “Constructo” (Espaço Cultural YÁZIGI, Vitória, ES, 2002), além de algumas exposições coletivas. Utilizando técnicas de estêncil e carimbo, constrói superfícies que buscam, para além da literalidade da figuração e do discurso - seja este cromático, geométrico ou mesmo informal da abstração - potencializar tais formas, afirmando-as como elementos norteadores do espaço em que estão inseridas.

Nascido em Vitória, 1971.  Artista Plástico, pós-graduado em Arte terapia em Educação e Saúde na UCAM/ Vitória. Bacharel em Artes Plásticas graduado na UFES/ Vitória. Realizou, ao longo de sua carreira, algumas exposições individuais: Superfícies (Galeria Homero Massena – Vitória, ES. 2005). Constructo (Espaço Cultural YÁZIGI, Vitória, ES, 2002). Bem como exposições coletivas: “Acervo Vivo – projeto HNA” (Galeria Homero Massena – Centro, Vitória, ES, 2010) - “SOBRE TEMPOS” (GAEU: Galeria Espaço Universitário - SPDC/UFES, 2009) - ESCALA AFETIVA – Proposta HNA (experiência curatorial – olhar sobre o acervo, GAEU, UFES, 2008). Circuito Aberto (Galeria Ana Terra, Vitória, ES, 2003). Ruído (Museu de Arte do Espírito Santo, Vitória, ES, 2002). CINCO ZERO TRÊS UM (GAEU, UFES, 2002). INTEMPÉRES (Centro de Artes, UFES, 2002). IV Salão de Arte do YÁZIGI: Prêmio do Grande Júri (Vitória, ES, 2001). Alguns sentidos da Cultura Capixaba (Museu do Negro, Vitória, ES, 2000). Parte (Casa da Cultura, Guarapari, ES, 1997). Escultores (GAEU, UFES, 1996).  Vencedor do Premio TARU de arte Contemporânea no ano de 2007; sua obra foi vencedora do Prêmio Artista Profissional UNIVERSIDARTE 2004. Participou de projetos de moda e arte, dentre eles a construção da coleção “Ossos de um Oficio” (atelier Gabi Lima) elaboração e produção plástica do projeto “SUB” da Estilista Gabi Lima (Oi vitória Fashion tour). Realizou o projeto, capa e Ilustrações para o livro Mangue.doc (Lei Chico Prego – Serra, 2010), para capa do Caderno de Pesquisa em Educação (PPGE – UFES. 2009), para capa da revysta.com - revista virtual do site CAPIXABAON. (Vitória, ES. 2000), Capa e ilustrações para o livro "Noite" - da poetisa Fábia Salles. (Vitória, ES. 1998). Capa e ilustrações do Demo tape “Rubble” – banda Alga, Vitória/ USA. (Vitória, ES/ Albuquerque, NM. USA. 1998).

É autor artigos e textos em livros e catálogos, dentre eles: textos para o catalogo do Projeto bolsa/Atelier (Edital de Pintura, SECULT – ES), Artigo - em parceria com a historiadora Lavínia Cardoso – para o livro Cinema, Negritude e Educação, para o catalogo das exposições “Sobre Tempos”, “Olhar sobre O Acervo – Escala Afetiva”, “A Ferro e Sal” (do artista Plástico Marcus Neme). Projeto e editoração, em colaboração com David Caetano da Revista de arte AVULSO (SPDC/UFES). Atuou como propositor/orientador em projetos com Atelier Ocupação – ação HNA (edital de atelier SECULT, 2009/10) e no Projeto Apontamentos (Edital de atelier da SECULT 2010/11). Reside e trabalha em Vitória.


Nos últimos 40 anos, o fotógrafo Sebastião Salgado tem viajado através dos continentes, aos passos de uma humanidade sempre em mutação. Ele testemunhou alguns dos principais eventos da nossa história recente; conflitos internacionais, a fome e o êxodo. Ele agora embarca na descoberta de territórios imaculados, da flora e da fauna selvagem e de paisagens grandiosas como parte de um enorme projeto fotográfico. 

O Sal da Terra
Em O Sal da Terra, conheceremos as histórias por trás das imagens mais marcantes de Sebastião Salgado, e também o seu projeto socioambiental, o Instituto Terra.

O filme é uma homenagem à beleza do planeta.

Vida e obra de Sebastião Salgado são reveladas a nós por seu filho, Juliano, e pelo renomado diretor Wim Wenders.

Juliano Ribeiro Salgado é codiretor em O Sal da Terra, e teve o incrível privilégio de ser indicado ao Oscar com seu 2º filme. 

Em entrevista para o jornal O Globo, Juliano diz que o motivo do documentário ter sido selecionado, é a mensagem de esperança que ele transmite.
"Esse filme tem uma mensagem muito forte para passar. Por ele, a gente vê as coisas através dos olhos do Sebastião, consegue arrumar um jeito de ter esperança apesar dos problemas e do pessimismo no mundo. É uma ideia de que é possível fazer um amanhã melhor — diz. — É uma sorte termos sido indicados e podermos compartilhar essa mensagem com mais pessoas."

Wim Wenders, cineasta, dramaturgo, fotógrafo, produtor e também presidente da Academia de Cinema Europeu em Berlim.

Descubra o final dessa história em O Sal da Terra, 26 de março nos cinemas! Assista ao 

trailer -https://www.youtube.com/watch?v=djTFzYLiAw0

MOTIVOS PARA ASSISTIR
- Vencedor do Prêmio Especial na mostra Um Certain Regard no Festival de Cannes 2014
- Indicado ao Oscar 2015 de Melhor Documentário - Do mesmo diretor de Pina 3D “Uma suave e sedutora biografia do legendário fotografo brasileiro” – The Guardian “Wim Wenders confirma sua maestria na forma documental com esta ode impressionante a Sebastião Salgado.” – Variety

FICHA TÉCNICA
Título original: Le Sel de La Terre
Direção: Wim Wenders e Juliano Salgado
Roteiro: Wim Wenders, Juliano Salgado e David Rosier
Produção: David Rosier
Fotografia: Hugo Barbier e Juliano Salgado
Edição: Maxine Goedicke, Rob Myers
Gênero: Biografia, Documentário
País: França, Itália
Ano: 2014
COR
Tempo: 110 minutos
Classificação: a verificar

Um pouco mais sobre o  fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado

O fotógrafo brasileiro Sebastião Ribeiro Salgado nasceu na cidade de Aimorés, em Minas Gerais, no dia 8 de fevereiro de 1944. 

Ele é o único filho do sexo masculino, entre nove irmãs. Graduado em Economia na capital do Espírito Santo, Vitória, pós-graduou-se na Universidade de São Paulo, na USP. Como economista, ele trabalhou no Ministério da Economia, em 1968.

Devido às perseguições políticas empreendidas pela Ditadura Militar, ele foi obrigado a buscar asilo político em Paris, em 1969. Aí ele completou o doutorado em Economia, em 1971. Voltando para o Brasil, ele atuou na Organização Internacional do Café, em 1973, como especialista na fiscalização de plantações africanas. Assim, ao completar 29 anos, em uma viagem à África, levando consigo uma máquina fotográfica de sua esposa, Lélia Wanick Salgado, ele teve seu encontro definitivo com a fotografia.

Sebastião descobre no trabalho fotográfico a melhor forma de enfrentar os acontecimentos planetários, principalmente em seus aspectos econômicos. É seguindo por este caminho que ele se transforma em um dos principais e mais venerados fotógrafos da atualidade, no campo do fotojornalismo. Desde os primeiros momentos ele se dedicou a retratar os excluídos, os que se encontram à margem da sociedade.
Texto de Ana Lucia Santana


video- https://www.youtube.com/watch?v=djTFzYLiAw0


Fonte:http://imovision.com.br/


O nosso post de hoje é o um convite ao empreendedor. Já faz um tempinho que nós queremos falar sobre economia criativa.

Em 2012 foi criada pelo Decreto 7743, de 1º de junho de 2012, a Secretaria da Economia Criativa (SEC) tem como missão conduzir a formulação, a implementação e o monitoramento de políticas públicas para o desenvolvimento local e regional, priorizando o apoio e o fomento aos profissionais e aos micro e pequenos empreendimentos criativos brasileiros.

O objetivo é contribuir para que a cultura se torne um eixo estratégico nas políticas públicas de desenvolvimento do Estado brasileiro. No Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), a SEC coordena quatro setoriais: Artesanato, Arquitetura, Design e Moda.

Economia Criativa

A primeira definição do termo foi desenvolvida pelo autor inglês John Howkins no livro The Creative Economy, publicado em 2001, segundo a qual as diversas atividades que compõem essa economia têm uma coisa em comum: são os resultados de indivíduos exercitando a sua imaginação e explorando (ou precavendo-se de que outros venham a explorar) seu valor econômico.

Segundo especialistas, trata-se da inteligência de novos modelos de negócios e processos, novas tecnologias decorrentes da criatividade, imaginação e inovações constantes. No entanto, ao enfatizar a criatividade, a imaginação e a inovação, a economia criativa vai além de produtos, serviços e tecnologias, englobando também processos, modelos de negócios e gestão.


Aproveite e participe da palestra e dos cursos do Sebrae Es para capacitação dos núcleos produtivos de economia criativa no Espírito Santo. Acontecerá no dia 20 de março, as 14 horas no auditório do Sebrae ES , um Bate Papo com Marcelo Dantas sobre economia criativa e políticas publicas.
  
Em breve nova turma pela manhã de planejamento estratégico do  Sebrae ES.
Colour Futures 2015 define a diversidade como tendência mundial

As cores possuem uma influência muito forte sobre as emoções humanas. Elas são responsáveis por estimular de várias maneiras nossos sentimentos e são diretamente ligadas ao nosso bem-estar. O cérebro, por exemplo, assimila primeiro a cor antes mesmo de identificar a forma, textura do objeto.

Naturalmente, paletas de cores são intrínsecas na composição de ambientes, projetos arquitetônicos ou criação de padronagens de tecidos, quadros e objetos decorativos.

Durante nosso processo de criação, ser criativo nos motiva a olhar e fazer diferente; a estudar mais, pensar e refletir sobre uma determinada cor ou um conjunto de cores e sugestões até que tenhamos uma nova idéia ou caminho a seguir - é o momento no processo em que procuramos ter pensamentos imaginativos, insanos, mirabolantes ou lúdicos, que podem ser surpreendentes se colocado em prática.

Acontece que quando trabalhamos com as cores para compor um trabalho, seja com design de interiores, arquitetura, artes visuais ou plástica, design, ilustração, publicidade, precisamos estar conscientes de que esse trabalho visual irá lidar com estímulos imediatos da mente do observador.

Tendência mundial

Em nossa formação, estudamos e assimilamos que todas as cores possuem uma interpretação, sensações e sentimentos associados. A comunicação com o observador depende da sua cultura, mas algumas cores têm um senso comum, uma reação prevista e igualitária.

Mas como saber quais cores se relacionam melhor com determinados comportamento, ambiente, trabalho, pessoa?

Para definir as mensagens e estímulos definidos e enviados por cada cor, o Global Aesthetic Center (Centro de Estética Global) da AkzoNobel convida anualmente um respeitado grupo de especialistas em design e cores para discutir as características sociais, econômicas e de design emergentes no mundo todo.

A pesquisa resulta no Colour Futures, um catálogo que reúne as tendências e as tonalidades de cores do ano, criadas pelos profissionais peritos no assunto. O lançamento da edição de 2015 no estado do Espírito Santo, ocorreu na última sexta-feira (05), no MS Buffet.

A convite da Politintas, que promoveu o evento em parceria com a Tintas Coral, o Escritório de Arte Dayse Resende participou deste encontro que reuniu mais de 150 profissionais do estado, entre arquitetos, decoradores e designers de interiores. Como representante do Escritório, pude conhecer a cor do ano de 2015, assim como a paleta oficial, que irão influenciar os quatro cantos do mundo e, claramente, os espaços, o jeito de morar dos brasileiros.

O catálogo

Entre as influências cromáticas e tendências sociais, o catálogo propõe que este conjunto se reúne em uma influência dominante: aquele algo a mais em nosso cotidiano.

Através da exploração de espaços subutilizados, encontramos novas maneiras de ver o mundo se relacionar com o meio ambiente ali exposto. São novas formas de adicionar cor à nossa vida, numa relação com a sustentabilidade e nosso estado de espírito. E o estudo é categórico na definição deste pensamento coletivo mundial: “uma celebração das diferenças e a sabedoria que é encontrada em histórias individuais e singulares. A magia de todo dia em nosso cotidiano”.

Para o ano de 2015, a cor que representa esta magia - ou encantamento - é o Laranja Acobreado. Lançado no evento pela arquiteta Ana Luiza de Vasconcellos, o matiz é batizado de “Sombra de Cedro”, uma cor calorosa enquanto atitude, que representa a paleta natural da terra e as tonalidades de pele que ecoam a interatividade entre os seres humanos.

A paleta 2015 reúne uma pesquisa de 65 cores, que inspiram outras grandes tendências identificadas pelo estudo global: “A natureza é grande, eu sou pequeno”; “Camadas mais camadas”; “Espaços ignorados”; “Ele e ela” e “Intercâmbio entre amigos”.





















PALETA


Caminho da transformação

O homem, em sua condição de ser humano, inevitavelmente cria e carrega em si a latência do criativo. Esse potencial justifica toda a nossa gama de objetos, artefatos, conhecimentos, modos de ser, pensar e agir. Através de processos de ordenação, configuração e significação, sua faculdade criativa é sempre colocada em atividade.

Estar atento às pequenas mudanças, direcionamentos e a cantos antes esquecidos é um mecanismo de grande importância para encontrar novos caminhos, ideias ou tendências. E uma maneira de saber e conhecer mais é desfrutando do catálogo Colour Futures 2015 e deste lançamento promovido pela Politintas.

Foi um evento que fez a diferença para o mundo da decoração e arquitetura, pois apresenta conteúdo relevante para os profissionais da área, além de promover a interação e o crescimento profissional.

Fica a dica para aqueles que desejam participar do próximo Colour Future, é preciso enviar os dados para a Politintas e torcer por uma vaga.

O catálogo de 2015 já está disponível para consulta online, ou nas lojas Politintas com um conteúdo informativo sobre cada tendência e cores encontradas para este ano que agora começa. Se há uma mensagem difundida neste catálogo, assim como no encontro presenciado pelo Escritório, é a beleza em ser diferente.

Vá à luta e mostre o quanto seu projeto pode ser diferente!
Use e abuse das cores em seus projetos.

Colour Futures 2015

www.colourfutures.com


Fotos: Divulgação e Lucimar Venturim