Arte entre Fronteiras


Seguindo a programação do Escritório de Arte Dayse Resende para o 1º Circuito ArtES, no próximo dia 21 (quarta-feira), a galeria promove a mesa de debate Arte entre fronteiras. 
Realizada pelo artista plástico Luciano Cardoso (artista representado pela EADR), a mesa propõe discutir a função da arte na integração social.

Artista educador na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Vitória (APAE), Luciano leciona desenho e pintura jovens e adultos da instituição. A oficina de arte estimula a criatividade e a manifestação do pensamento dos participantes. 

Seguindo essa proposta, o artista convidado irá apresentar a oficina e debater sobre a contribuição da arte para o lado intelectual e artístico do ser humano.  “Acredito que a integração social possibilitada pelo exercício da arte que nós, enquanto educadores, artistas e aprendizes, ajudamos a descobrir, é a própria essência de ato cognitivo. A manifestação do pensamento através das artes plásticas é um exercício de reciprocidade, onde os participantes se integram a permissões múltiplas”, conduz o artista.  A mesa Arte entre fronteiras será mediação da artista e empresária Dayse Resende, com duração de duas horas. A participação é gratuita, mediante confirmação de presença.
Mesa “Arte entre fronteiras - Apresentação da oficina de arte na APAE” com Luciano Cardoso e mediação de Dayse Resende
Data: 21/10 (quarta-feira)
Horário: 9h às 11h
28 vagas

Convidados:
Luciano Cardoso. Artista plástico pós-graduado em Arteterapia pela Ucam, suas obras utilizam linguagens como pintura, objetos, instalações, vídeos. Seu trabalho busca reabilitar formas em desuso via variadas técnicas
Dayse Resende. Artista plástica, advogada e empreendedora criativa, atua como consultora de arte, gestora e articuladora cultural. É proprietária do Escritório de Arte Dayse Resende, onde representa 17 artistas plásticos, presta consultoria a novos artistas e gerenciamento de carreira.

#circuitoartes #palestrasnoeadr #lucianocardoso


Comente com o Facebook: